Pom Pom
pompom

Contato pele a pele ao nascimento

Contato pele a pele ao nascimento

O amor mais intenso que alguém pode sentir é o de pai e mãe. Uma nova vida é formada e o nascimento é uma experiência extraordinária. Quando se é mãe, a mulher descobre diversas sensações diferentes, a forma de viver muda e com isso o aprendizado aumenta juntamente com o amor, por isso mamães de todo o mundo buscam o melhor para o seu bebê.

O contato pele a pele entre mães e recém nascidos é algo que acontece desde os primórdios da humanidade, mas só agora se tornou material de pesquisa científica, para comprovar diversos benefícios psicológicos e fisiológicos, tanto para a mãe quanto para o bebê.

Esse processo deve ser feito desde os primeiros segundos de vida, com respeito ao momento mãe e filho, a individualidade e uma incrível magia. Confira a seguir tudo sobre o contato pele a pele com o recém-nascido. O que é? Como fazer? Quais são os seus benefícios? E muito mais! 

O que é o contato pele a pele com o recém-nascido?

O CPP (popularmente conhecido como contato pele a pele) é quando o recém-nascido é colocado em contato direto com a pele do peito e barriga da mãe, totalmente nu, assim que ele nasce ou logo após alguns procedimentos. Anteriormente em 1979, foi conhecido como método canguru, criado na Colômbia, para solucionar de forma rápida e barata a superpopulação nas UTI (Unidades de Terapia Intensiva) neonatais do país.

A grande iniciativa chegou ao Brasil em 1999, mas só foi reconhecida pelo Ministério da Saúde em 2000. Desde então o projeto canguru ou CPP ganhou destaque nos hospitais do Brasil inteiro.

Após o nascimento do bebê, existe a fase conhecida como inatividade alerta, que dura os primeiros quarenta minutos de vida do recém-nascido. Nesses minutos é ideal que não haja procedimentos de rotina, pois esse período é ideal para o conhecimento intenso entre mãe e filho e a exploração do corpo.

O CPP acalma o recém-nascido e a mãe que entram em sintonia durante esse momento, o procedimento estabiliza o sangue, os batimentos cardíacos e a respiração da criança, reduz o choro e o estresse e mantém o bebê aquecido pelo contato e calor de sua mãe.

Como fazer contato pele a pele com o bebê?

O contato pele a pele entre mãe e filho deve ser feito imediatamente após o nascimento, o toque deve ser contínuo e prolongado entre toda mãe e filho que estejam ambos saudáveis. Em algumas partes do mundo essa prática é tão intensa e verdadeira que, o simples ato de uma mãe trazer seu bebê junto a si, pode fazer grande diferença entre a vida e a morte.

É importante que a temperatura esteja ambiente, e não é necessário colocar roupinhas e cobertores, o importante é o carinho do momento e o contato pele a pele entre a mãe e o recém-nascido.

Entre todos os órgãos do ser humano, a pele é o mais sensível, além de ser a primeira forma de comunicação, o sentido do toque é um dos mais importantes, tanto para o bebê quanto para a mamãe em um momento tão sensível.  Muitos estudos indicam que esse processo pele a pele é muito vantajoso para recém nascidos prematuros ou muito abaixo do peso.

Também segundo pesquisas, quando o bebê está em contato direto com a pele da mãe é favorecido uma sequência de estímulos naturais de nutrição, através do cheiro, voz e toque. Além disso, potencializa o desenvolvimento neurológico, físico, emocional e social. Quando afastado da mãe nos primeiros momentos de vida, desencadeia fortes comportamentos de defesa.

Quais os benefícios do contato pele a pele para a mãe e o bebê:

Nos tópicos anteriores explicamos tudo o que precisam saber sobre a importância do contato pele a pele entre a mãe e o bebê, mas posso garantir que essa prática traz muitos mais benefícios, confira quais são eles a seguir:

Garante um bom desenvolvimento dos prematuros

A separação repentina não é nada saudável para os bebês prematuros, em um momento dentro da casa quentinha que é a barriga da mãe, e no outro dentro de uma incubadora recebendo diversos remédios. Um especialista da UNICAMP afirma que “ O cérebro desse bebê acaba se formando de uma maneira que não estava programada”. A solução desse problema, mais uma vez, é o contato pele a pele, já que estimula o desenvolvimento do bebê.

Acalma o bebê

Além da mãe, quem mais fica calminho com o contato pele a pele é o próprio bebê. Ao reconhecer a respiração materna, a frequência cardíaca do bebê fica estável, dessa forma ele se sente calmo e seguro nos braços da mãe. Além disso, ajuda a dormir e chorar menos.

Reduz risco de infecções

Ao entrar em contato com a pele da mãe, o recém-nascido entra em contato com diversas bactérias benéficas, que vão colonizar sua fibra intestinal, que é considerada um dos primeiros órgãos de defesa do bebê. Com isso, ele fica mais protegido contra diversos agentes infecciosos que podem causar doenças graves. 

Alivia a dor

Em momentos específicos, como em uma aplicação de vacina, os bebês que se encontram no colo das mães estão mais calmos e com uma elevada sensação de segurança, portanto muitas vezes não sentem tanta dor comparado com as crianças que não estão em contato com a mãe.

Facilita a amamentação

O vínculo entre mãe e filho é fortalecido no ato da amamentação, tanto pelo contato e intimidade, mas também porque essa proximidade eleva tanto na mãe quanto no bebê os níveis de ocitocina, hormônio que reduz o estresse e também aumenta a produção de leite.

Diminui o estresse materno

Quando uma mãe sente que seu bebê está se desenvolvendo de maneira saudável, ela fica mais tranquila. Quando ela sente esse fato confirmado na pele, tudo melhora! E é exatamente esse um dos benefícios do método canguru, ou melhor, contato pele a pele. Estudos indicam que o cortisol diminui tanto na mãe, quanto no bebe quando eles estão em contato pele a pele. O cortisol é responsável pelo estresse, quando ele abaixa, ficamos calmos e relaxados.

As mamães com o filhinho no colo, se acalmam drasticamente.

Existem riscos do contato pele a pele com o recém-nascido?

Contato pele a pele ao nascimento

Não possuem riscos comprovados do contato pele a pele da mãe com o seu bebê, já que é uma das práticas mais indicadas pelos médicos. O método traz diversos benefícios e muitas qualidades permanentes entre a mãe e o recém-nascido, além de fortalecer o vínculo entre os dois. Siga as orientações do seu médico e entenda o melhor para seu filho!

Faça seu login
E acesse ferramentas que irão te ajudar nessa fase tão especial.

Ao clicar em Cadastre-se, você concorda com os Termos de Serviço

Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Esqueceu a senha?
Informe seu endereço de e-mail e nós enviaremos sua nova senha por e-mail.
Um link para redefinir sua senha foi enviado para o seu e-mail
VOLTAR PARA A PÁGINA DE LOGIN

Receba nossas novidades

none
Data de nascimento