Pom Pom
pompom

Como doar leite materno

Cada gota do leite materno é valioso e pode ser coletada e entregue a um bebê, o que muitas pessoas não têm conhecimento é sobre como doar leite materno e qual o protocolo, e esse é o objetivo do nosso conteúdo: proporcionar mais informações e ajudar ainda mais as mães que precisam e os bebês que serão beneficiados.

É comprovado cientificamente os benefícios do leite materno para um bebê recém-nascido, no entanto, algumas mães podem ter dificuldades durante esse processo, que podem ter relação ao parto e ao estresse desse período, então, a quantidade de colostro não é suficiente para o bebê prematuro, assim precisam de ajuda com doações.

A doação pode ser realizada por toda mulher saudável que não esteja tomando medicamentos que prejudiquem a amamentação. E o processo de como doar leite materno é simples: a coleta é realizada em casa e depois a doadora entra em contato com o banco de leite humano mais próximo e realiza a entrega dentro das exigências do estabelecimento.

A seguir explicaremos com mais detalhes:

Quem pode doar leite materno?

O leite materno traz grandes benefícios para o crescimento e desenvolvimento de bebês prematuros. No entanto, o sofrimento emocional e a preocupação associados ao parto precoce podem inibir a produção. Portanto, o leite de uma doadora ajuda o bebê a se desenvolver e também dá aos pais a garantia de que seu filho está recebendo o melhor substituto possível.

Como evidenciamos acima, qualquer mulher saudável, que esteja amamentando e não faça uso de medicamentos que prejudiquem ou interfiram na produção de leite, pode realizar a doação.

Como funciona o preparo para doação?

Agora que você já sabe os benefícios e quem pode de fato doar, vamos ao passo a passo do preparo para doação.

Após a mãe sentir que pode doar seu leite materno para contribuir com outros bebês, ela recebe a visita técnica e clínica do banco de leite humano, junto com todas as orientações para se preparar para a doação.

Abaixo explicaremos todo o protocolo e processo de doação.

Higiene pessoal

Esse também é um tópico importante, pois esse cuidado vai garantir que o leite não seja contaminado e chegue seguro com todos os nutrientes ao bebê. A orientação é:

  • Lavar as mamas apenas com água e secá-las com uma toalha limpa;
  • Higienizar as mãos até a altura do cotovelo com água e sabão e também secar com uma toalha limpa;
  • Utilizar uma touca ou um lenço para cobrir os cabelos;
  • Utilizar máscara, evitando qualquer contato com o leite doado.

Qual o momento certo para doar?

O leite materno contém inúmeros nutrientes e anticorpos que são vitais para o desenvolvimento dos bebês, especialmente os prematuros. Quando esses bebês não podem ser amamentados por suas mães, o leite pasteurizado de doadoras de um banco de leite humano é a melhor alternativa.

O momento certo para doar o leite é após o nascimento do seu bebê, armazenando o leite que resta a cada mamada. Muitas mães produzem muito leite e o processo de retirar ajuda a aliviar neste momento também.

Qualquer mãe pode doar leite materno?

Os bancos de leite só aceitam como doadoras mães saudáveis ​​com bebês menores de seis meses que ainda não amamentaram.

Se você deseja doar leite, o banco solicitará que você seja examinada para detectar quaisquer infecções que possam estar afetando seu leite.

A equipe do banco de leite também perguntará se você tem algum problema de saúde e se toma algum medicamento, incluindo fitoterápicos, regularmente. Eles também podem querer saber se você bebe mais de dois copos de álcool por dia e quanta cafeína você costuma consumir. Problemas de saúde, uso de medicamentos ou pequenas quantidades de álcool ou café não a excluem automaticamente de doar leite materno. O banco de leite só quer ter certeza de que o leite doado é seguro para o bebê que receberá a doação.

Os bancos pedem atenção aos seguintes casos que não podem ser realizada as doações:

Confira também: Calculadora gestacional

  • Mulheres que apresentem alguma doença e tenha proibição médica;
  • Infectadas com vírus ou doenças transmissíveis;
  • Utilizando medicamentos proibidos na amamentação;
  • Fazendo uso de álcool ou drogas;
  • Apresentando algum sintoma de vômito ou diarreia que pode configurar alguma bactéria ou doença.

Fora essas situações, a mulher poderá efetuar a doação de leite normalmente, pois ajuda na saúde do bebê que irá receber a doação de leite materno.

Fraldas Pom Pom derma protek

Quem pode receber o leite materno?

O banco de leite abastece os bebês que estão internados e não podem ser amamentados pela própria mãe ou que estejam internados na unidade de terapia intensiva e a mãe não pode ter contato. Assim, pode acontecer da mãe extrair o próprio leite para alimentar seu filho e outros bebês caso seja compatível com as necessidades.

Qual o protocolo para doar leite materno?

Quando a mulher tem conhecimento e entende como doar o leite materno, existe um protocolo para seguir. A orientação é que entre em contato com o banco de leite humano mais próximo da sua residência ou ligue para o Disque Saúde (136), para realizar o cadastro.

É agendada uma visita e a equipe explica pessoalmente à mãe como ela deve realizar a coleta, além de verificar os exames do pré-natal que atestam a saúde da mulher em torno das doenças que possam impedir a doação do leite materno.

Todo material para coleta também é fornecido pelo banco: máscara, touca e frascos de vidro esterilizados.

No banco de leite humano, o material passa por um processo rigoroso de testes para confirmar que não houve contaminação na coleta e ser aprovado e distribuído nos hospitais, nas unidades neonatais.

Preparo do frasco

É importante salientar que não é qualquer frasco que pode ser utilizado para doar leite materno. Os bancos de leite humano fornecem os próprios recipientes para doação ou também recebem os frascos de vidro com tampa plástica, desde que estejam devidamente esterilizados.

  • Lavar o frasco de vidro, retirando rótulos e embalagens e o papel de dentro da tampa caso houver;
  • Colocar o vidro em uma panela com água, cobrindo-o completamente;
  • Ferva por aproximadamente 15 minutos, a partir do início da fervura;
  • Escorra sobre um pano limpo até secar;
  • Não toque na parte interna do frasco e nem da tampa.

Preparação para ordenha

Antes de falarmos da ordenha, é importante falar da importância de se preparar para esse momento, pois isso vai estimular mais a produção e liberação do leite materno.

A mulher precisa antes de mais nada estar em um local calmo e tranquilo que contribua para a retirada. Nesse processo, pensar no bebê pode contribuir para a saída do leite, devido a estimulação da ocitocina.

Ordenha de leite

Esses são pontos que contribuem para ordenha de leite materno:

  • Optar por um local tranquilo e limpo;
  • Sentar-se em uma posição confortável;
  • Massagear as mamas com as pontas dos dedos, fazendo movimentos circulares no sentido da aréola, para o corpo;
  • Segurar na mama de forma adequada, colocando o dedo polegar acima da linha em que acaba a aréola, e os dedos indicadores e médio abaixo;
  • Firmar os dedos e empurrar para trás, em direção ao corpo;
  • Apertar o polegar contra os outros dedos até sair leite;
  • Não utilizar os primeiros jatos de leite ou gotas.

Coleta de leite

A coleta é o processo a partir da ordenha, é preciso posicionar o frasco esterilizado debaixo da aréola, continuar a realizar o estímulo da retirada do leite materno, após encher o recipiente, fechar bem o frasco com a tampa, colocar um rótulo com o nome e a data da retirada e armazenar.

O recipiente pode ser preenchido com até dois dedos da sua borda e também utilizar o mesmo frasco para coletas diferentes. Lembrando que precisam estar devidamente esterilizados.

Caso haja algum problema ou dificuldade durante a coleta do leite, a mãe pode entrar em contato com o banco de leite humano e solicitar ajuda.

Armazenamento do leite

O frasco com leite materno para doar pode ser armazenado no freezer ou congelador por até no máximo 10 dias.

Mesmo que a coleta seja diária, é preciso saber o dia exato dela, por isso a orientação é identificar o frasco com essa informação antes de armazenar. Nesse período a mulher pode entrar em contato com o banco de leite humano mais próximo para realizar a entrega ou para solicitar uma possível retirada da doação de leite materno.

O leite materno salva vidas: aprenda como doar

Muitas pessoas não têm conhecimento de que é possível doar leite materno e além disso, como esse pequeno ato pode salvar vidas. Os bebês prematuros são os mais beneficiados, além daqueles que se encontram em unidade de terapia intensiva. Pois é esse líquido poderoso que garante imunidade, força e contribui para o desenvolvimento.

Muitos testes são realizados antes da entrega final ao bebê e por isso separamos esse post com todas as dicas e protocolos, mas é importante salientar que cada banco de leite materno tem seu próprio procedimento e está preparado para que as mães que estejam aptas a doar se sintam preparadas e seguras com esse processo.

Qualquer quantidade de leite materno é extremamente importante. Um pote de leite materno doado pode ser suficiente para alimentar até 10 bebês por dia. Isso porque muitas vezes os bebês prematuros se sentem bem nutridos com apenas 1ml de leite materno durante uma refeição. Então imagina o quando essa pequena atitude pode ajudar vidas e ainda deixar o coração de uma mãe aliviado.

Conheça, pesquise e se prepare para esse ato de amor.

Faça seu login
E acesse ferramentas que irão te ajudar nessa fase tão especial.

Ao clicar em Cadastre-se, você concorda com os Termos de Serviço

Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Esqueceu a senha?
Informe seu endereço de e-mail e nós enviaremos sua nova senha por e-mail.
Um link para redefinir sua senha foi enviado para o seu e-mail
VOLTAR PARA A PÁGINA DE LOGIN

Receba nossas novidades

none
Data de nascimento