Pom Pom
pompom

Warning: Illegal string offset 'label' in /WebDATA/pompom/public_html/wp-content/themes/pompom/pages/semana-artigo.php on line 33

Notice: Uninitialized string offset: 0 in /WebDATA/pompom/public_html/wp-content/themes/pompom/pages/semana-artigo.php on line 33
- Semana 10

Aleitamento materno exclusivo

Aleitamento materno exclusivo

O aleitamento materno exclusivo, nada mais é do que a amamentação materna, em outras palavras, um ato de amor, cumplicidade e saúde entre o bebê e a mãe.

Há diversas formas de amamentar seu bebê, e nesse texto viemos esclarecer uma delas. Confira a seguir tudo sobre o aleitamento materno exclusivo, sua importância, vantagens para criança e para a mamãe.

O que é aleitamento materno exclusivo?

O aleitamento materno exclusivo é a prática de alimentar o recém-nascido somente com o leite materno, deixando de lado todos os outros tipos de alimento, até mesmo a água, mas calma, tudo deve ser acompanhado.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam que, até os seis meses de vida, o único alimento a ser ofertado ao bebê seja o leite materno, esse alimento já contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento e total hidratação da criança. 

Segundo a OMS, a introdução de alimentos antes dos seis meses pode acarretar em alguns problemas, como diarréia, doenças respiratórias, e acredite se quiser, desnutrição.

Após os seis meses de idade, o leite materno ainda deve ser mantido, mas com o complemento de outros alimentos, indicados pelo médico e nutricionista. A indicação é que a amamentação deve ser feita até os dois anos de idade.

Qual a importância do aleitamento materno exclusivo?

Esse tipo de amamentação é importante pois traz muitos benefícios à saúde do bebê e da mãe, sendo a principal proteção contra infecções gastrointestinais. Além disso, vale destacar que o aleitamento materno exclusivo reduz a mortalidade neonatal.

Quais as vantagens do aleitamento materno?

O aleitamento materno exclusivo, de qualquer forma, é um passo de extrema importância na vida do bebê, uma vez que é sua principal forma de conseguir nutrientes, mas as vantagens vão muito além, confira a seguir:

  • Protege o bebê de infecções;
  • Protege contra alergias;
  • Diminui o risco de hipertensão, colesterol etc;
  • Melhora o desenvolvimento da cavidade bucal;
  • Ajuda o útero da mulher a voltar ao tamanho normal;
  • Reduz o risco de hemorragias pós-parto;
  • Ajuda na perda de peso da mulher;
  • Diminui o risco de câncer;
  • Aumenta a ligação entre mãe e filho.

O que é importante saber sobre a amamentação? 

Não conseguir produzir leite suficiente para a criança é uma das principais razões pelas quais as mulheres param de amamentar . Quando as necessidades básicas da criança não podem ser atendidas, a mulher sente-se desconfortável e desapontada em seu novo papel e, sem apoio e esclarecimento das causas, abandona o objetivo de amamentar seu filho . Não se trata de uma regra, porém, é apenas uma aparente falta de leite que faz com que as mulheres parem de amamentar.

Muitas vezes falta informação sobre o comportamento normal de amamentação ou a técnica correta. O bom crescimento com produção de leite suficiente pode ser reconhecido pela amamentação frequente. Crianças saturadas podem apresentar inquietação, muitas vezes causada por sobrecarga sensorial e sem oportunidade de adaptação à vida.

Um parto complicado, um déficit nutricional na mulher, medicamentos ou uma doença na criança são razões menos comuns para não ter leite suficiente. A falta de descanso ou exposição a ruídos (TV, ruído familiar, etc.) durante o processo de amamentação também pode ser a causa.

Em primeiro lugar, a causa da falta de leite deve ser determinada em conjunto com o ginecologista, a parteira assistente e o consultor de lactação para poder remediar a situação de maneira correta. Aumentar a frequência de amamentação – se necessário com uma bomba tira leite -, prolongar os tempos de amamentação ou mudar a posição da amamentação pode ajudar.

Como melhorar a produção de leite?

Quando se está amamentando, é importante saber se está dando nutrientes o suficiente para seu bebê, com isso, vale ressaltar algumas ações para melhorar a produção de leite, veja:

  • Amamente após o parto;
  • Bombinha regularmente;
  • Amamente com ambos os seios;
  • Beba muita água;
  • Converse com seu médico.

Quais os benefícios da amamentação?

A amamentação oferece muitos benefícios para a mãe e para o bebê. O leite materno é o alimento ideal para o bebê nos primeiros meses de vida. Contém todos os nutrientes na quantidade e composição certas e se adapta às necessidades do bebê durante o desenvolvimento. O leite materno está disponível a qualquer hora, em qualquer lugar e está sempre na temperatura certa.

Entre outras coisas, a amamentação promove o desenvolvimento de uma boa relação mãe-filho. A amamentação também tem um efeito positivo na saúde da mãe e da criança. Estudos mostraram, por exemplo, que bebês amamentados são menos propensos a contrair doenças como infecções gastrointestinais ou respiratórias e têm um risco reduzido de síndrome da morte súbita infantil.

As crianças que foram amamentadas anteriormente também são menos propensas a ficar acima do peso e possuem menor risco de desenvolver alergias. Para as mães, a amamentação ajuda, entre outras coisas, na involução do útero. Além disso, a literatura científica relata um risco reduzido de alguns tipos de câncer (por exemplo, câncer de mama).

Como amamentar o bebê da melhor forma

A amamentação no dia a dia pode ser desafiadora, principalmente no início. Confiança nas próprias habilidades, relaxamento e tempo de inatividade suficiente são importantes para um período de amamentação agradável. É ainda mais importante que ambos sintam-se confortáveis. Aqui estão mais dicas para ajudá-la a amamentar com sucesso:

  • Veja você e seu bebê como uma equipe que passará por isso juntos;
  • Conquiste seu parceiro como membro da equipe, esse apoio é inestimável;
  • Encontre um lugar tranquilo e calmo, onde ambos se sintam confortáveis;
  • Tenha confiança em si e em suas habilidades como mãe;
  • Junte-se a outras mães para apoiar umas às outras, incluindo a amamentação;
  • Mesmo que nem sempre seja fácil, tente encontrar pausas para si de vez em quando;
  • Certifique-se de seguir uma alimentação saudável e variada, principalmente para o seu próprio bem-estar;
  • A posição correta de amamentação fornece um bom ponto de partida para tornar a amamentação fácil e confortável.

FAQ

A maternidade transforma uma mulher e com esse processo, por mais que algumas ações na relação entre mãe e filho sejam instintivas, muitas dúvidas surgem. Por isso, selecionamos as principais perguntas que recebemos:

Quais as melhores fraldas para os recém-nascidos?

Quais as melhores fraldas para os recém-nascidos?

As melhores fraldas para os recém-nascidos são aquelas que vão garantir proteção e cuidado com a pele sensível.

Claro que os pais precisam analisar aspectos como camada sequinha e absorção, mas devido a pele que ainda está se acostumando com o novo mundo fora da barriga da mãe, é importante investir em uma fralda hipoalergênica, que possui loção hidratante com extratos naturais e que auxiliam na prevenção da irritação da derme.

Essas são as características mais importantes para uma mãe que se preocupa com seu recém-nascido e é também a descrição da fralda Pom Pom Derma Protek, desenvolvida com tecnologias exclusivas para o seu bebê, a fim de garantir mais proteção e cuidado, além de liberdade para quando o bebê já estiver na idade para brincar.

Aposte na amamentação exclusiva

O aleitamento materno exclusivo é de extrema importância para o bebê e para mãe. Como pudemos acompanhar neste artigo, são diversos os benefícios que envolve esse processo, além do fortalecimento do vínculo da maternidade.

Esse tema tem relevância não apenas para orientar as mães de primeira viagem, mas para que elas possam se sentir acolhidas e entendam que esse pode ser um processo de aprendizado. Por mais que o maior esforço seja realizado pela mãe, contar com auxílio de profissionais pode tornar esse momento mais leve e fortalecer o vínculo entre a família. É um passo de cada vez, até que filho e mãe entrem em sintonia e possam, ambos, curtir esse momento. 

A mamãe
Finalmente a barriguinha apareceu
Saiba Mais
O bebê
Olhos, nariz e boca
Saiba Mais
Cuidados
Ganhar peso é saudável
Saiba Mais

O bebê nas outras semanas

Faça seu login
E acesse ferramentas que irão te ajudar nessa fase tão especial.

Ao clicar em Cadastre-se, você concorda com os Termos de Serviço

Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Já tem uma conta na Pompom? Faça Login
Esqueceu a senha?
Informe seu endereço de e-mail e nós enviaremos sua nova senha por e-mail.
Um link para redefinir sua senha foi enviado para o seu e-mail
VOLTAR PARA A PÁGINA DE LOGIN

Receba nossas novidades

none
Data de nascimento