Jorge Freire Jr.

Publicitário e amante do mundo nerd e geek. Conectado desde 1996 a incrível velocidade de 14.400 Kbps, mas só nasci na internet quando soube que seria pai. Criador do Blog NerdPai.com, irei mostrar aqui um pouquinho desse pai que concilia a vida offline e online entre uma fralda e outra.

Quando a saudade aperta…

Por causa do meu trabalho, acabo viajando todos os meses. São viagens curtas, que duram no máximo cinco dias, e não preciso fazer nenhum malabarismo por causa do meu filho, até porque minha esposa chega em casa à noite.

O que sempre faço é resgatar a mãe da minha esposa, que mora em São Paulo, para ficar com ele. Nem preciso dizer que ambos amam, certo? Minha sogra fica mais tempo com o neto e o meu filho recebe mimos que nem ouso imaginar.

Nas viagens, eu faço questão de conversar com ele umas duas vezes. À noite, antes de dormir, sempre faço um chamada de vídeo e ficamos alguns minutos conversando e contando as novidades. Olha que maravilha esse mundo que vivemos: consigo matar a saudade dele com essas chamadas e ele AMA usar o smartphone para me ver.

Mas nem tudo são flores…

Quando retorno de viagem, meu filho tem saudade de mim, mas sempre fico um pouco frustrado. A saudade dele não é compatível com a minha, ou seja, eu sempre sinto muito mais saudade do que ele.

O meu lado racional entende isso. Oras, ele está em casa se divertindo horrores com a avó. Por qual razão sentiria saudade de mim? Mas o meu lado emocional desaba. Fico chateado que os sentimentos não tenham a mesma intensidade e sei que isso é natural também. É uma forma que ele encontrou para blindar certos sentimentos, ainda mais na idade dele, onde a noção de tempo é nebulosa.

Mas vamos que vamos. Eu sei que ele me ama e não duvido disso em nenhum momento. Só fico um pouco triste, mas tudo fica bem quando vejo o lindo sorriso banguela dele.

vitromera@gmail.com'

Jorge Freire Jr.

Publicitário e amante do mundo nerd e geek. Conectado desde 1996 a incrível velocidade de 14.400 Kbps, mas só nasci na internet quando soube que seria pai. Criador do Blog NerdPai.com, irei mostrar aqui um pouquinho desse pai que concilia a vida offline e online entre uma fralda e outra.